2023
ago
31
Curso

Arquitetura e NAC promovem debate sobre patrimônio do Tocantins

Nesta quinta-feira, 29, acadêmicos do Centro Universitário Católica do Tocantins (UniCatólica) participaram de uma discussão enriquecedora em uma mesa redonda sobre o Panorama do Patrimônio Cultural do Tocantins, no auditório da unidade I.

O evento foi uma iniciativa conjunta do Núcleo de Arte e Cultura (NAC) e do Curso de Arquitetura e Urbanismo, promovendo uma oportunidade única para explorar o rico patrimônio cultural do Tocantins, como enfatizado pela professora Doutora Leila Dias, que atuou como mediadora do evento. “O Tocantins é um estado rico em manifestações culturais seja do patrimônio material ou do imaterial. Nesse sentido, trazer discussões sobre esse tema para dentro da academia proporciona a toda comunidade acadêmica um momento de reflexão sobre o papel da cultura no desenvolvimento humano, o direito à cultura, a educação patrimonial, entre outros temas tão caros que nos definem enquanto seres humanos”, ressaltou a docente.

O evento contou com a presença de diversos especialistas que abordaram uma variedade de temas, desde “Festas coloniais de Monte do Carmo: Patrimônio Imaterial do Tocantins,” apresentado pela professora Doutora Marinalva Rego Barros da Unitins, até “Patrimônio Cultural: Gestão, Proteção e Salvaguarda de Bens no Brasil,” ministrado pela Professora Doutora Antônia Custódia Pedreira da Unitins e NUTA/UFT. Além disso, houve uma análise sobre o “Patrimônio arquitetônico do Tocantins: desafios da preservação” conduzida pela Arquiteta Gabriela Pontes Monteiro, representando o IPHAN.

A mesa redonda ofereceu uma plataforma para aprender, discutir e se envolver com o patrimônio cultural do Tocantins, como explica a professora Doutora Marinalva Rego Barros da Unitins. “A sociedade tem a responsabilidade de trabalhar no sentido de criar espaço de valorização e conhecimento desse patrimônio imaterial. As comunidades, sejam dos povos tradicionais, sejam das comunidades que realizam festas coloniais, zelam por esse patrimônio. Então, quando as universidades abrem espaço para esse debate, para essa discussão, estão contribuindo com a sociedade no sentido de valorizar, dar visibilidade a esse a esse patrimônio”, ponderou Marinalva.

A docente destaca a relevância da temática para o curso de Arquitetura e enfatiza a importância de cultivar a sensibilidade para enxergar o espaço não apenas como um lugar físico, mas como um ambiente onde as práticas culturais se desdobram.

A estudante do nono período de Arquitetura e Urbanismo, Gabriela de Grammont Silva Spicker, compartilha sobre o conhecimento adquirido acerca da relevância da preservação dos bens culturais do Tocantins por meio de palestras.

“Foi incrível como todas levaram as suas bagagens de conhecimento sobre a importância da preservação de tantas histórias, tanto sobre o patrimônio material e imaterial, me fez refletir sobre a importância da valorização da cultura popular do nosso estado, e pude observar como o nosso estado é rico de histórias, tanto das edificações como das tradições, e me fez amar mais ainda o Tocantins”, relatou a acadêmica.

 

Publicado por Lorenna Costa

Notícias Recentes

12 abril 2024
Inscrições para o Programa de Aprimoramento encerram em 23/04.
11 abril 2024
Dia Nacional de Combate ao Bullying
05 abril 2024
Prefeitura de Lajeado renova parceria com o UniCatólica