2018
set
13
Institucional

Católica recebe nota máxima no processo de recredenciamento do MEC

No último dia 06 de setembro, a Católica do Tocantins recebeu o conceito máximo do recredenciamento do Ministério da Educação (MEC), nota 5, após uma rigorosa avaliação, in loco, feita dos dias 28 a 31 de agosto.

O recredenciamento consiste num ato legal, baseado em processo de avaliação da instituição, o qual não só confirma ou nega a sua competência para oferecer cursos em nível superior, mas, inclusive, reafirma ou altera a categoria na qual o estabelecimento se enquadra.

No eixo Planejamento e Avaliação Institucional, após a visita in loco, avaliação dos documentos, incluindo o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) e reuniões com a comunidade acadêmica, ficou evidente a evolução institucional. Sendo que a Comissão Própria de Avaliação (CPA) desempenha um papel fundamental neste processo.

Desenvolvimento institucional, verificou-se que as políticas são executadas por meio de ações institucionais que abrangem todos os cursos e são realizadas por meio de eventos, palestras, pesquisas, aulas contextualizadas e projetos de extensão que abordam a responsabilidade social. Foi observado que a instituição apresenta políticas claras, transparentes e acessíveis de pesquisa ou iniciação científica, de inovação tecnológica e de desenvolvimento artístico e cultural. As práticas acadêmicas apresentam linhas de pesquisas voltadas para o desenvolvimento sustentável, tecnologia, inovação e redes de cooperação.

As ações voltadas à valorização da diversidade, do meio ambiente, da memória cultural, da produção artística e do patrimônio cultural, bem como ações afirmativas de defesa e promoção dos direitos humanos e da igualdade étnico-racial foram avaliadas com nota máxima. Os resultados dessas ações são transferidos para a comunidade por meio de projetos, como por exemplo o Núcleo de Prática Jurídica, que atende demandas da sociedade por meio de projetos de extensão.

Relacionado ao eixo políticas acadêmicas, verificou-se as ações acadêmico-administrativas constante no PDI, bem como os programas de monitoria e mobilidade acadêmica. Destacando o Núcleo de Acessibilidade, Central de Estágios, Núcleo de Apoio Psicopedagógico (NAP) regulamentada e atuante.

No eixo Políticas de Gestão, notou-se a presença de uma política institucionalizada de formação e qualificação docente. Os colaboradores são incentivados a participarem de eventos e programas de mestrado e doutorado, por meio de oferta de flexibilidade de horário de trabalho e auxílio financeiros.

Finalizando a avaliação dos eixos, no quesito infraestrutura física, observou-se que a estrutura está adequada às necessidades da comunidade acadêmica e com acessibilidade. Em destaque as inovações, como as máquinas e equipamentos dos laboratórios, equipamento de autoempréstimo da biblioteca, e as ferramentas do Google for Education, contribuindo para a comunicação e interação entre a comunidade acadêmica.

Parabenizando toda a instituição, a diretoria da Católica do Tocantins, em nome da Diretor Geral, Padre Helenes Oliveira, falou da atuação exemplar de todos que participaram dessa conquista. “Sabemos que esta conquista é fruto de muito esforço e investimento que veio sendo somado ao longo de alguns anos, diante de contextos desafiadores que transformamos em oportunidade. Os frutos destes anos foram colhidos na tarde do dia 06 de setembro de 2018. Nestas últimas semanas foi impressionante e emocionante perceber o quanto cada um, tanto do administrativo quanto do acadêmico, se entregaram para que esta avaliação transcorresse de maneira plena. Sou muito grato mesmo.”

 

Comunicação Católica do Tocantins – Jordania Negreiros

Publicado por Católica do Tocantins

Notícias Recentes

23 abril 2019
Assinatura do Termo de Atualização do ProUni pode ser feita até o dia 03
22 abril 2019
Acadêmicos de Agronomia realizam visita em empresa especializada em madeiras
22 abril 2019
Melhorias são implantadas na Católica do Tocantins